No dia 25 de julho a Prefeitura de Teutônia apresentou e lançou o projeto de videomonitoramento para o município. O ato ocorreu durante Café da Manhã Empresarial organizado pela CIC Teutônia e Administração Municipal. Na oportunidade também foi assinada a autorização de início para instalação das câmeras, fibra e central de monitoramento.

Assinada autorização para início da instalação das câmeras, fibra e central de monitoramento Foto: Divulgação Prefeitura de Teutônia/Paulo Sérgio Rosa)

O prefeito Jonatan Brönstrup colocou que o projeto irá selar o desenvolvimento de Teutônia. “Investiremos em torno de R$ 40 mil mensais inicialmente. Mas, existe valor financeiro para salvar uma vida? Podemos medir qual o custo de proteger uma família de algum delito?”, disse, agradecendo a todos que ajudaram a construir o projeto: CIC, Consepro, Brigada Militar e Polícia Civil. “Com essa parceria, Teutônia atingirá um novo patamar de segurança.”

O projeto

O videomonitoramento será implantado mediante contratação de empresa para prestação de serviços de instalação e manutenção dos equipamentos, o modelo mais viável e que leva em consideração a evolução tecnológica constante. O projeto completo prevê 33 pontos estratégicos para instalação das câmeras, como entradas principais do município e vias de maior movimento, num investimento total previsto de R$ 894,7 mil. Inicialmente serão aproximadamente 15 pontos, mediante avaliação da Brigada Militar. Do custo inicial mensal de cerca de R$ 40 mil, serão R$ 12,4 mil na central, R$ 2 mil na fibra e o restante nas câmeras.

Projeto foi apresentado durante Café da Manhã Empresarial no dia 25 de julho

A central de videomonitoramento será instalada junto à Brigada Militar de Teutônia. O sistema estará interligado ao Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO) Vale do Taquari, em Lajeado, uma vez que Teutônia aderiu ao Sistema de Segurança Integrada com os Municípios (SIM).

Pela vida

O sistema será instalado pela empresa Teltex Tecnologia, com sede em São Paulo (SP) e filial em Canoas. “Com o videomonitoramento multiplicamos o efetivo da Brigada Militar por 15 ou 20. Os olhos dos policiais estarão nas principais esquinas”, frisou o gerente operacional da empresa na filial Sul, Ezio Nicchimura Romeiro.

A presidente da CIC, Mariza Wolf, lembrou que a implantação do videomonitoramento é muito esperada pela comunidade. “É uma demanda antiga da nossa classe e da população. Parabéns pelo empenho na concretização deste importante projeto”, frisou.

O comandante regional de Policiamento Ostensivo do Vale do Taquari, tenente-coronel Luis Marcelo Gonçalves Maya, colocou que o sistema é uma ferramenta importante para inibir a criminalidade. “É uma ferramenta de prevenção e de repressão ao crime. Ao investirem na segurança, vocês investem na comunidade que recebe este serviço”, enalteceu.

A presidente da Câmara de Vereadores de Teutônia, Keetlen Link, igualmente valorizou o projeto. “Moramos num lugar privilegiado, mas precisamos continuar desenvolvendo, e o videomonitoramento vai ao encontro disso, pois agrega às empresas, às pessoas e ao município”, sublinhou

TEXTO – Édson Luís Schaeffer e Leandro Augusto Hamester